O AMOR DE HOJE SALVA OS FILHOS DE AMANHÃ


Os filhos… Sim, serão eles os primeiros a pagar pelos vasos quebrados. Quem poderá expressar os dramas escondidos nesses pequenos que nunca tiveram sua cota de amor e de vida porque foram frustrados nesse ninho de ternura do qual precisavam para viver, para ser: uma família?
Se a Igreja vela, hoje, com tal paixão pelo amor, é para salvar os filhos de amanhã. Ela parece exigente; mas trata-se de ciúme de amor. Se ela tudo faz para que o amor não seja devastado, é para que as crianças de amanhã não sofram danos. É para quebrar de uma vez por todas o círculo vicioso do ferido que fere: a pessoa está tão ferida que não consegue viver um amor integral, separa-se, “fabrica” outros pequenos feridos que amanhã “fabricarão” outros. É por compaixão pelos inocentes que Deus lhe pede que ame verdadeiramente! Por compaixão de você mesmo.
Então ame antecipadamente os filhos que você sonha ter. Ame-os a ponto de tudo fazer hoje para que eles sejam felizes amanhã.
De outro modo – mais imediato e direto –, as relações sexuais antes do casamento podem ter por conseqüência a infelicidade de pequenos inocentes: no simples caso de uma criança (quaisquer que tenham sido as precauções tomadas) ser concebida. Então, querem desembaraçar-se dela como de um intruso – o aborto – , ou tê-la sem proporcionar-lhe uma família.
Atenção para não fabricar semi-órfãos! Drama de uma multidão de filhos sem pais! Como poderão eles por sua vez, viver a própria puberdade, adquirir identidade sexual, maturidade afetiva? Os jovens perturbados de hoje serão os jovens desequilibrados de amanhã?
Fonte: “Teu corpo feito para o amor” – Daniel-Ange

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s