QUANDO DEUS FALA………


Quando ouvimos a Deus o que nos garante que é Deus quem fala ao nosso coração? A oração do coração é a oração do próprio Espírito de Deus, é o Espírito que vem em auxílio à nossa fraqueza, então para que tenhamos a oração do coração acontecendo efetivamente em nossa vida é preciso nos reconhecer como pessoas necessitadas de Deus. Com o pecado, nós rompemos com a voz de Deus, restou-nos a vida da concupiscência, o homem tende para o mal, o que nós chamamos de vida carnal, é exatamente esta tendência para o mal que dificulta o discernimento desta voz de Deus que grita dentro de nós. Toda oração é também o conhecimento de si mesmo, portanto a oração que nos leva a discernir esta voz dentro de nós, é a oração que nos leva à descoberta de nós mesmos, à descoberta de sua própria identidade. Quem sou eu? Fazemos esta pergunta muitas vezes, mas estamos marcados pela confusão dos sentimentos, pela confusão dos traumas, confusão da mentalidade pagã que quer que o homem se confunda a cada instante com aquilo que consome. É importante que você entenda que o conhecimento de si acontece naturalmente, e só se torna difícil pelo pecado. Nós cristãos não podemos nos conhecer teoricamente, o conhecimento que se encontra nos livros e nas auto-análises, para nós cristãos, passa necessariamente pela nossa capacidade de realizar o bem, no sentido moral, e no sentido teológico, descobrir a imagem de Deus em nossa alma. O caminho, por excelência, do autoconhecimento é a oração, e é exatamente por este caminho, de descoberta do próprio Deus, de buscar as coisas do alto, por este caminho nós nos reconciliamos com Deus. Jesus realizou a obra da reconciliação, é o próprio Cristo que nos reconcilia com o Pai, é Cristo quem realiza esta obra, obra que acontece a partir da fé, mas também a partir do abandono da vida de pecado, por isto, no sentido moral, o conhecimento de si passa pelo exame de consciência. É a partir do exame de consciência que vou descobrir o bem que sou capaz de realizar e também o bem que eu não estou realizando… O ideal é que descubramos o bem que ainda podemos realizar, ou seja, o meu olhar para Jesus me mostra o quanto posso ser melhor, o caminho da perfeição é infinito… Descobrir nossa identidade é descobrir que estamos em caminhada e nunca podemos parar e caminhada na pessoa do próprio Jesus, que é o caminho, a verdade e a vida! “Bem aventurados os puros de coração porque verão a Deus”… Para discernir a voz interior em nosso coração temos que viver uma vida contemplativa, a palavra contemplação vem do grego que quer dizer: VER. Podemos ver Deus, quando Ele se revela ao coração do homem, ao coração espiritual que é o ser total do homem, o homem inteiro. Quando o homem então se descobre na sua identidade, ele logo descobre Deus dentro de si, e é capaz de ver Deus, processo que começa na fé que é cultivada pelo Temor de Deus, que é um dom infuso do Espírito Santo, um desejo de agradar a Deus, de corresponder ao amor de Deus. Santo conhecimento de si e da voz de Deus para você! Luiz Antônio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s