Somos cristãos de araque.


Vivemos um dito cristianismo que não está na bíblia. – Queremos um Jesus pro hoje, pro agora, pra hora que bem escolhermos e acharmos que a presença ou resposta dEle é preciso. – Fazemos de Jesus um robô programado para atender aos nossos pedidos e saciá-los ao nosso bem querer. – Pedimos a Sua vontade nas orações mas somos incapazes de provar esse querer nas nossas ações. – Exigimos uma resposta no nosso tempo e Seu silêncio torna-se um incômodo. – Somos incapazes de agradecer pelo que Ele é, pelo que fez, mas somos mestres em murmúrios porque sempre queremos mais! Não mais da Sua vontade, da Sua presença ou do Seu agir; queremos mais bens, mais status, mais poder. – Como somos ingratos e mesquinhos. Nosso umbigo é o centro das atenções. – Se algo sai diferente do que nós planejamos, lançamos nossas frustrações em Deus; mas quando tudo sai bem, os méritos são nossos, claro. Deus não tem nada a ver com isso. Foi você que fez, foi você que disse, não é mesmo? – Confessamos com nossa boca que O amamos mas o nosso coração nunca esteve tão distante de Deus. – Nas redes sociais somos exemplos, mas na vida real o testemunho online torna-se uma farsa. – Na igreja? Santos. Dentro da nossa casa tiramos a capa da santidade e revelamo-nos. – Errar e pedir perdão tornou-se uma rotina, enquanto o verdadeiro arrependimento sequer gerou um brotinho no nosso coração. – Somos fúteis. “Deus não vai ligar”, você pensa. Doce/Amarga ilusão. – Enquanto você está aí fingindo ser quem não é e fugindo da sua própria realidade sem querer encará-la, existe um Deus que conhece as intenções do seu coração e sonda os seus pensamentos. Pode me enganar, enganar a si mesmo, mas a Ele, querido, você não engana. Identificou-se com algumas dessas frases, ou quem sabe com todas? Apesar disso tudo que citei e de tudo aquilo que você está pensando aí e que não escrevi, existe alguém que sabe das suas falhas, das suas transgressões, dos seus pecados, dos seus erros, dos seus pensamentos impuros, da sua sujeira interior; mas que acima e apesar de tudo, continua te amando. Esse é o Deus que nos amou, que nos ama e que continuará a nos amar. Esse Deus, traduzido em amor, entendeu ser necessário a morte do Seu filho pra nossa remissão. Filho este que teve as mesmas fraquezas que nós. Sendo rico se fez pobre. Ele abriu mão da própria glória. Sentado junto ao Pai desceu à Terra pra que pudéssemos, um dia, desfrutar de tão maravilhosa companhia. Esse é Jesus que nos ama e prova todo dia esse amor incondicional. Não permita-se mais identificar-se com as frases anteriores. Deus te dá hoje mais uma chance de mudança, mais uma chance pra voltar atrás, mais uma chance pro arrependimento. “Mas eu não consigo”, você diz. Você não tá sozinho! Existe um caminho pra trilhar, um NOVO CAMINHO, e nele você pode tranquilamente seguras nas mãos de Jesus e falar: “Eu não consigo sozinho. Tô fraco, distante, mas eu preciso mudar, preciso seguir essa estrada. Pode vir comigo?” Ele te pegará no colo, firmará os seus pés e dirá: “Não tenha medo, você está comigo” Lance-se nos braços do Pai sem medo e agora. Paz e bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s